O selo Sujoground apresenta o álbum Maria Esmeralda com voz de Marília Medalha e mais participações

 Disponível nas plataformas digitais, o projeto une o clássico ao contemporâneo com nomes como Marília Medalha, Doncesão,  tchelo rodrigues e RUBI




Quando o presente se encontra com o passado, o futuro tem a premonição da continuidade e é potencializado pela união entre pessoas. Os clássicos vão ganhando um novo sentido, uma nova roupagem, uma distorção da estética para o que melhor se enquadra na atualidade. Assim surgem os "novos clássicos", conceito pensado por Cravinhos, Thalin, VCR Slim, iloveyoulangelo e Pirlo para o resgate da música popular brasileira através do projeto Maria Esmeralda, promovido pelo selo Sujoground, com a participação inédita de Marília Medalha, um nome que rodou o mundo representando o Brasil e também assinou discos ao lado de Vinicius de Moraes, Edu Lobo e Caetano Veloso. Entre outras participações, o álbum conta com 16 faixas que passeiam pelas vozes de DonCesão, do trapper tchelo rodrigues, yung vegan, Servo, RUBI e Quiriku. Este encontro de gerações e a continuidade da arte, que é a essência de Maria Esmeralda, já está disponível em todas as plataformas digitais e no YouTube. (ouça agora) 


A princípio, o álbum conta a história do eu lírico Maria Esmeralda, que não se passa nos dias atuais. Entendemos a narrativa e a cronologia ao longo das faixas, onde se mescla a estética do cinema marginal, puxando a MPB e o conceito da ruptura cultural, com uma nova roupagem, a união entre o nostálgico e o novo, utilizando elementos tenros nas produções musicais. O nome do disco surgiu após uma reflexão dos cinco integrantes sobre quais histórias a persona contaria, que logo foram inspiradas em referências de pessoas reais, abordando amor, família, traição, ódio e vingança. "Maria, o nome mais comum do Brasil, era o nome perfeito para que a história se tornasse mais real. Mas ainda faltava algo a mais que complementasse o ordinário; afinal, este álbum busca o ordinário e a comunicação através dele. Pensamos nas novelas que os brasileiros amam até que surgiu a ideia: Esmeralda. Uma pedra preciosa, tão preciosa quanto Maria, tão cobiçada quanto Maria, a ponto de Maria ser também uma esmeralda. Taí: Maria Esmeralda. A preciosidade que buscavam",  explica Thalin, produtor, intérprete e compositor do disco.  


As 16 faixas destrincham a magnitude do que é o som e a humanidade, com versos sobre sentimentos autênticos de pessoas comuns, onde o principal intérprete é Thalin, e logo VCR Slim, Pirlo, Cravinhos e iloveyoulangelo assinam as produções onde dividem os holofotes com outras participações. A trilha sonora da história de Maria se inicia com uma introdução na voz da cantora e compositora  Marília Medalha. O abre-alas, chamado "Lúdica", é a princípio um poema escrito pela irmã falecida de Medalha e dá o tom inicial das vivências que o ouvinte irá adentrar. Marília entregou a composição exclusivamente para os cinco integrantes, que, sem pressa, a homenagearam. "Quase sampleamos uma das músicas  de Marília, mas escolhemos ir por outro caminho. Com o álbum já finalizado, surgiu a oportunidade de contato com ela, mas foi totalmente um acaso, ninguém esperava por isso. Vimos a oportunidade e agarramos, criamos uma faixa só para ela e ela adorou", iloveyoulangelo um dos responsáveis pela produção do projeto.


Em seguida, temos os singles "Mccoy Tiner", "Lince" e "Primo Favorito". A segunda participação do disco ocorre na quinta música, "Poliesportiva", com a voz de Doncesão, versando sobre a construção da vida e os paradigmas da existência. Em seguida, "Não Haverá Casamento" e "Amarelo Cor do Sol" que traz a participação de Servo, com letras sobre amor e as desilusões pessoais causadas pela vida. Em oitavo lugar, temos "Bill Evans" e "Todo Tempo do Mundo", com uma reflexão sobre o ter, a falta e o pertencer. Na sequência, "Waldomiro" é a décima música e conta com um sample instrumental que faz completa alusão à temática do álbum. A música seguinte, "Judas Beijoqueiro", também conta com a participação do artista Servo no projeto, porém dessa vez ao lado de Quiriku.  A voz feminina de RUBI invade a faixa seguinte, "Boca de Ouro", junto com yung vegan, evidenciando ainda mais a dualidade da nova geração da música. "Chão de Mármore", com a voz de tchelo rodrigues, traz nas rimas a reflexão: do que vale flores mortas caminhando nesse chão de mármore?. 


Finalizando o projeto, "Dedo Cheio de Anel" e "Nova Ternura", onde Thalin rima: Eu falei que sim pra luz com afinco/ Quem não acredita é inimigo do sucinto, do breve / Se fosse tão leve pra quem deve, ninguém deveria. Por fim, a faixa instrumental sem intérprete "Revoada" encerra a narrativa e complementa a atmosfera criada pelos musicalistas. 


Os cinco produtores vêm de lugares diferentes da música, cada um começou de um jeito e cada um tem suas preferências. Cravinhos, por exemplo, vem muito mais da MPB e do rock do que do rap, enquanto VCR Slim é o contrário. Essas diferenças se encontram em todos os participantes da produção do álbum. A mescla de gêneros foi algo natural, não pensado propositalmente; eles foram fazendo aquilo que gostavam e aquilo que achavam que fazia sentido com Maria Esmeralda. Como a história se passa anos atrás, é natural que buscassem sonoridades antigas, e como os cinco são jovens em pleno século 21, tornou-se inevitável a nova roupagem eletrônica e moderna, "Nunca nenhum dos cinco imaginou que seria possível ter uma lenda da música brasileira coroando o projeto, mas aconteceu e foi, talvez, a maior honra que poderiamos ter, unindo de vez o antigo com o novo, a MPB com o boombap, o jazz com o drumless, Maria Esmeralda com Marília Medalha", reflete iloveyoulangelo. 


Para finalizar a tentativa de resumir a grandeza de Maria Esmeralda, atenta-se a reflexão: Maria Esmeralda representa a dualidade da vida, uma visão melancólica e ao mesmo tempo esperançosa, até mesmo uma certa tristeza que se alastra pelos cômodos de uma casa, mas que também se entrelaça com memórias e nostalgias, culminando num retrato desta personagem que enfrenta tudo isso sozinha. É um holofote sobre uma vida normal, como a de qualquer um, mas que transforma o comum em algo grandioso. 


O projeto conta com visualizers que complementam a estética sonora do disco, disponível no YouTube.


Ouça agora Maria Esmeralda

Assista aos visualizers


Tracklist: 


  1. Lúdica part. Marília Medalha

  2. MCcoy Tyner

  3. Lince

  4. Primo Favorito

  5. Poliesportiva part. Don Cesão

  6. Não Haverá Casamento

  7. Amarelo Cor do Sol part. Servo

  8. Bill Evans

  9. Todo Tempo do Mundo

  10. Waldomiro

  11. Judas Beijoqueiro part. Servo, Qiriku

  12. Boca de Ouro part. RUBI, Yung Vegan

  13. Chão de Mármore part. tchelo rodrigues

  14. Dedo Cheio de Anel

  15. Nova Ternura

  16. Revoada


Conheça os artistas:

Cravinhos

VCR Slim

Thalin

Pirlo

iloveyoulangelo


Acompanhe a Sujoground das redes: 

Instagram

YouTube


Redação

Postagem Anterior Próxima Postagem